terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Ando frágil.
Dá vontade de invadir o quarto da minha mãe, me deitar e pedir pra ela me abraçar até todo medo ir embora.

Nenhum comentário: