quarta-feira, 4 de agosto de 2010

      "Tenho medo de não conseguir manter minhas ideias, meus pontos de vista, minhas escolhas. A minha cabeça é como um guarda que não permite que eu estacione em local algum. Eu fico dando voltas e voltas no meu cérebro e quando encontro uma vaga para ocupar, o guarda diz: circulando, circulando.
     Você está me entendendo?
     Eu não tenho área de repouso. Raramente desligo, e quando isso acontece, não dá nem tempo para o motor esfriar."

Martha Medeiro

Um comentário:

C. disse...

Incrível, a palavra que mais expressa o que eu achei desse texto e desse blog por inteiro.