domingo, 31 de janeiro de 2010

Tirando o de sempre, nada na minha vida está dando muito errado. Pelo contrário. Tenho pouco para reclamar. Eu supostamente deveria me sentir feliz, ou no mínimo satisfeita. O que acontece é que vai crescendo dentro de mim um remorso por não me sentir mais tão angustiada. E isso me mata.

Nenhum comentário: