segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Mil acasos

Mil acasos me levam a perder o senso, o ritmo habitual. Mil acasos me levam a você no início, no meio ou no final. Me levam a você de um jeito desigual.
Mil acasos apontam a direção. Desvios de rota é tão normal! Mil acasos me levam a você no mundo concreto ou virtual. Me levam a você de um jeito desigual.
Quem sabe, então, por um acaso, perdido no tempo ou no espaço, seus passos queiram se juntar aos meus....Seus braços queiram se juntar aos meus....
Mil acasos me levam a você, no ínicio no meio ou no final.