segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Fingi na hora rir

Hoje eu quis brincar de ter ciúme de você, mas sem porque meu coração me avisou que não fingi na hora rir, talvez por aqui estar tão longe de você pra te dizer. Aquilo que eu temia aconteceu ou foi só ilusão? Você manchou nós dois e desbotou a cor de um só coração. Ou anda sozinho, me esperando pra dizer coisas de amor.
Pois eu, eu só penso em você. Já não sei mais porque em ti eu consigo encontrar um caminho, um motivo, um lugar pra eu poder repousar meu amor.
Quantas horas mais vão me bater até você chegar? Aqui meu lar deixou de ser aquilo que um dia eu construí e eu fico sozinha, esperando pra trazer você para mim.
Sofro por saber que não sou eu quem vai te convencer que cada dia a mais é um a menos pro encontro acontecer. E eu fico sozinha, esperando por você, meu bem-querer.
Pois eu, eu só penso em você...