quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Não ao sempre

Me dói na alma saber que não faço mais parte das suas conversas, nem dos seus pensamentos, nem da sua vida. Tão pouco tempo! Eu não me esqueço de você. Eu só queria que soubesse que você me faz uma falta imensa.

Eu tirei da boca o pra sempre. Evito.

Nenhum comentário: