segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Agoniada

Sonhava acordada, dormia agoniada. Passava o tempo todo a lembrar. Fez uma coisa feia, foi parar na cadeia por causa de algo que quis tirar de alguém que não lhe fazia bem, que não lhe dava amor e sim dor.
Sonhava acordada, dormia atormentada. Passava o tempo a imaginar quando seria o dia e se demoraria que em sua companhia iria estar alguém que lhe fizesse bem, que lhe mostrasse as cores, as flores, o céu.
E o tempo foi passando e ela acreditando que seu sonho iria virar. Mas não tinha certeza, pois ela estava presa por causa de algo que quis tirar de alguém que não lhe fazia bem, que não lhe dava amor e sim dor.

Nenhum comentário: